23 Milhas cria companhia de dança jovem em Ílhavo

por Conteúdo Patrocinado,    28 Abril, 2021
23 Milhas cria companhia de dança jovem em Ílhavo
Fotografia de João Roldão
PUB

Na véspera do Dia Mundial da Dança, o 23 Milhas, projeto cultural do Município de Ílhavo, anuncia a criação de uma Companhia de Dança Jovem em ílhavo.

Apostada no apoio às artes performativas, esta ação integra um conjunto de outras ações do Programa de Apoio à Produção Local com que o 23 Milhas arrancou em março deste ano, mas que é marca do seu trabalho no território há anos. A Companhia representa um reforço da já consolidada ligação às três escolas de dança do Município – IP Arabesque, Fulldance Studio, Casa do Povo da Gafanha da Nazaré, – potenciando-as, criando condições para que os seus alunos tenham experiências mais aproximadas da profissional, aumentar as suas referências e ambições, fortalecer redes e envolver artistas de várias áreas nas suas criações finais.

O projeto, que terá a coordenação artística de Luiz Antunes, surge também no seguimento do “A ria gela a partir das margens”, um espetáculo de dança criado exclusivamente para a edição de 2020 da Milha – Festa da Música e dos Músicos de Ílhavo, que juntou o coreógrafo às três escolas de dança de Ílhavo, e a vários criadores ilhavenses, desde o maestro Henrique Portovedo ao criador de moda Joel Reigota.

Fotografia de João Roldão

Todos os anos, o 23 Milhas desafiará um coreógrafo para uma criação que será multidisciplinar, que convocará vários artistas locais na construção da banda sonora, do cenário ou dos figurinos, e que será apresentada em novembro na Milha – Festa da Música e dos Músicos de Ílhavo. 

Os primeiros criadores convidados são os bailarinos e coreógrafos São Castro e António M Cabrita, dupla que assume a direção artística da Companhia Paulo Ribeiro, em Viseu, e desenvolve, desde 2011, uma colaboração artística que se propõe ao cruzamento de interesses e estímulos criativos como o movimento, imagem e som. Em 2015, receberam o PRÉMIO AUTORES na categoria Dança – Melhor Coreografia, da Sociedade Portuguesa de Autores, com a peça “Play False”.

A Companhia de Dança Jovem de Ílhavo procura evidenciar Ílhavo como um território fértil para a criação e para a fixação de artistas, em sintonia com aquela que tem sido a missão do 23 Milhas.

Os trabalhos da criação deste ano arrancam no final de maio.

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.

Artigos Relacionados