“Ainda Marianas”, a partir da obra “Novas cartas portuguesas”, vai estar em cena no Teatro Municipal Joaquim Benite

por Comunidade Cultura e Arte,    18 Novembro, 2022
“Ainda Marianas”, a partir da obra “Novas cartas portuguesas”, vai estar em cena no Teatro Municipal Joaquim Benite
Teresa Coutinho, Rita Cabaço e Ana Baptista, em “Ainda Marianas”, a partir da obra “Novas cartas portuguesas”, de Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa, com produção de Os Possessos / Fotografia de Filipe Ferreira
PUB

A partir da obra “Novas cartas portuguesas”, de Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa, e do seu julgamento. Criação e dramaturgia de Catarina Rôlo Salgueiro e Leonor Buescu e interpretação de Teresa Coutinho, Rita Cabaço e Ana Baptista.

Os Possessos trazem ao Teatro Municipal Joaquim Benite (TMJB) “Ainda Marianas”, um espectáculo feito a partir de um dos mais icónicos livros publicados no tempo do fascismo, “Novas cartas portuguesas“, de Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa, e também do julgamento das autoras. O espectáculo tem criação e dramaturgia de Catarina Rôlo Salgueiro e Leonor Buescu. Vai estar em cena no TMJB, nos dias 3 e 4 de Dezembro, sábado, às 21h, e domingo, às 16h. 

Em 1972, as escritoras Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa publicam “Novas cartas portuguesas”, um livro escrito em conjunto a partir de “Lettres portugaises”, romance epistolar do século XVII constituído por apaixonadas cartas atribuídas à freira Mariana Alcoforado redigidas a um oficial francês. Com uma natureza literária heterogénea, os textos que compõem “Novas cartas portuguesas” tecem uma dura crítica à sociedade portuguesa de 1970, ao mesmo tempo que põem em causa a posição submissa secularmente imposta à mulher, aqui personificada pela figura de Mariana. Logo após a publicação, o livro foi imediatamente censurado pelas instâncias do regime fascista, e as suas autoras — conhecidas como “três Marias” — levadas a julgamento sob a acusação de o livro ser “insanavelmente pornográfico e atentatório da moral pública”. No ano em que se assinalam os 50 anos da sua publicação, Os Possessos trazem “Novas cartas portuguesas” para palco, procurando confrontar o livro com outros textos e documentação da época.

Os Possessos são um colectivo artístico que reúne pessoas de diversas áreas. Entre os seus espectáculos, encontram-se “Marcha invencível” (2017), “O novo mundo2 (2018) e “A nossa cidade” (2021). O grupo foi fundado em 2013 por Catarina Rôlo Salgueiro, João Pedro Mamede e Nuno Gonçalo Rodrigues, tendo-se juntado mais tarde Isabel Costa, Leonardo Garibaldi e Leonor Buescu.

“Ainda Marianas” (Sala Experimental, 3 e 4 de Dezembro de 2022, sábado, às 21h, e domingo, às 16h.)
M/12 | 90 min
Preço: entre 7€ e 10€ (Clube de Amigos: 5€)

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.

Artigos Relacionados