Os 10 melhores momentos dos Óscares 2020

por Pedro Barriga,    11 Fevereiro, 2020
Os 10 melhores momentos dos Óscares 2020
PUB

No passado domingo 9 de Fevereiro, decorreu a 92a edição dos Óscares, os prémios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. O filme coreano “Parasite” de Bong Joon-ho foi o grande vencedor da noite, mas foram vários os momentos marcantes ao longo da noite. Veja os melhores momentos de uma cerimónia que vai ficar para a história do cinema.

1) Discurso de Brad Pitt

A noite começou em grande com a atribuição do Óscar de Melhor Actor Secundário a Brad Pitt, pelo seu papel de Cliff Booth em “Once Upon a Time… in Hollywood”. O actor dos filmes “Thelma & Louise”, “Fight Club”, “Inglorious Basterds”, entre muitos outros, venceu a sua primeira estatueta como actor. Um discurso tocante, pontuado pela sua frase formidável “Once Upon a Time in Hollywood, ain’t that the truth”.

2) Idina Menzel espanta com convidados surpresa

Como é o costume, as cinco canções nomeadas para o Óscar de Melhor Canção Original foram interpretadas em palco. Infelizmente, o ano foi fraco no que diz respeito às canções nomeadas, mas a cantora e actriz Idina Menzel surpreendeu todos ao chamar ao palco as mulheres que fizeram a dobragem da canção para países de todo o mundo.

https://www.youtube.com/watch?v=iI_cnK_YSro

3) A comédia de Maya Rudolph e Kristen Wiig

De longe o momento mais divertido da noite foi a entrega dos Óscares de Melhor Design de Produção e de Melhor Guarda-roupa. As comediantes do programa televisivo Saturday Night Live (SNL) foram as apresentadoras e encheram a sala de gargalhadas.

4) Discurso de Laura Dern

A actriz de “Marriage Story” foi premiada com o Óscar de Melhor Actriz Secundária, um prémio que também pretendeu distingui-la pela sua longa carreira, em filmes como “Blue Velvet”, “Wild at Heart” e “Rambling Rose”. O seu discurso foi dos mais emotivos da noite ao agradecer aos seus “heróis”, o pai Bruce Dern e a mãe Diane Ladd, dois lendários actores.

5) Ovação de pé para Cynthia Erivo

A actriz e cantora Cynthia Erivo estava nomeado para dois Óscares: Melhor Actriz e Melhor Canção Original, ambos pelo filme “Harriet”. Erivo subiu ao palco para cantar “Stand Up” e maravilhou com a sua voz. Recebeu uma das maiores ovações de pé da noite.

6) Discurso de Bong Joon-ho

Por falar em ovação de pé, o prodigioso realizador Martin Scorsese também teve direito a uma. Ao ser premiado com o Óscar de Melhor Realizador, Bong Joon-ho prestou uma bonita homenagem a Scorsese, quem sempre admirou, e a Quentin Tarantino, que muito ajudou Bong na divulgação dos seus filmes (“Quentin, I love you!”). Uma tríade de incríveis realizadores como raramente podemos testemunhar.

https://www.youtube.com/watch?v=HpVUSU04krA

7) Billie Eilish emociona com “Yesterday” dos Beatles

A cantora Billie Eilish, recém vencedora de cinco Grammy Awards, foi a escolhida para o segmento “In Memoriam” dos Óscares 2020, um tributo aos profissionais da indústria do cinema que faleceram no último ano. A sua actuação da canção “Yesterday” dos Beatles foi dos momentos mais comoventes da noite, se não o mais.

https://www.youtube.com/watch?v=FKmqtaxIS3Y

8) A hilariante Olivia Colman

A vencedora do Óscar de Melhor Actriz no ano passado (pela sua fantástica interpretação em “The Favourite”) regressou ao palco dos Óscares. Se há um ano nos presenteou com um dos discursos mais hilariantes de sempre, este ano não foi excepção quando apresentou o Óscar de Melhor Actor.

9) Discurso de Joaquin Phoenix

Por fim, Joaquin Phoenix é vencedor de um Óscar. Uma carreira que inclui interpretações marcantes em “Gladiator”, “Walk the Line”, “Two Lovers”, “The Master” e “Her” culminou com um Óscar de Melhor Actor pelo seu papel em “Joker”, de Todd Phillips. Com lágrimas nos olhos e a voz a falhar, Phoenix terminou o seu discurso ao mencionar o irmão River Phoenix, actor que faleceu em 1993 com apenas 23 anos.

10) Óscar de Melhor Filme vai para “Parasite”

É o que se chama “deixar o melhor para o fim”. Numa vitória sem precedentes, o filme coreano “Parasite” de Bong Joon-ho juntou aos Óscares de Melhor Filme Internacional, Melhor Realizador e Melhor Argumento Original o tão prestigiado Óscar de Melhor Filme. Nunca um filme de língua estrangeira arrecadara o prémio maior da Academia. Um grande filme e uma consagração merecidíssima.

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.

Tags:

Artigos Relacionados