Primeiro episódio do Aurora fez-se com Surma, a 1100 metros de altitude, na Serra da Lousã

por Aurora,    19 Outubro, 2020
Primeiro episódio do Aurora fez-se com Surma, a 1100 metros de altitude, na Serra da Lousã
PUB

Surma, nome adoptado de uma tribo da Etiópia, e canta em surmês.

Sozinha em palco, rodeada de uma dúzia de instrumentos e com a sua voz, Surma inspira-se no silêncio para criar um universo próprio de canções que tanto bebem no jazz, na eletrónica e numa multiplicidade de influências para explorar caminhos nem sempre óbvios mas com uma identidade muito vincada com uma fonética própria e capaz de criar momentos únicos de viagem ao vivo, que tanto nos lembram ambientes de fjords nórdicos como de cidades cosmopolitas.

Internacionalmente viu o seu disco de estreia ser editado em vários países europeus e ser nomeado para melhor disco independente do ano pela Impala (Associação Europeia de Editoras Independentes), conseguindo destaque em meios tão prestigiados como a BBC, o Musikexpress ou a NPR.

Agradecemos desde já à Câmara Municipal da Lousã pelo apoio para este episódio aos nossos parceiros: Vodafone FM, Comunidade Cultura e Arte, Licor Beirão e em especial ao Hotel Palácio da Lousã, Qb Restobar e Mata Borrão pela colaboração. À Surma, que conseguiu dar-nos um concerto tão lindo e repleto de energia que nos trouxe a frescura e neblina da Serra da Lousã, um enorme obrigado.

A equipa do Aurora é incansável, e sonha para além do limite. Este foi apenas o primeiro de muitos. Este é apenas o começo. Aproveitem a viagem:

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.

Artigos Relacionados