‘Sócrates tem de Morrer’, peça protagonizada por Albano Jerónimo, estreia em Coimbra

por Sandra Henriques,    11 Janeiro, 2017
‘Sócrates tem de Morrer’, peça protagonizada por Albano Jerónimo, estreia em Coimbra
PUB

Sócrates tem de Morrer estreia esta quinta-feira, dia 12, no Teatro Académico Gil Vicente (TAGV), em Coimbra, pelas 21:30h. A produção do Colectivo 84 em parceria com o São Luiz Teatro Municipal,  Teatro Académico de Gil Vicente e Centro Cultural de Vila Flor, conta com um elenco bem conhecido pelo público e é a primeira parte de uma tetralogia do dramaturgo Mickaël Oliveira, a que se seguem as peças No(s) Revolution(s), A constituição e A Sauna.

Albano Jerónimo (que agora integra o elenco da série irlando-canadense Vikings)  será Sócrates, o protagonista da peça que nos fala dos três últimos dias de prisão em que o filósofo grego esteve à espera de morrer, uma vez que estavam a acontecer festas na cidade, o que proibia as execuções. Condenado por “corromper a juventude”, durante esses dias Sócrates escreveu poesia e recebeu visitas de vários amigos, aqui interpretados por Ana Bustorff, Maria Leite, Paulo Pinto e Pedro Lacerda.

A encenação fica a cargo do próprio dramaturgo Mickaël Oliveira, nascido em França em 1984 e mestre em Estudos Artísticos – Variante Teatro pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. A morar em Portugal desde 1999, o encenador ganhou em 2007 o prémio Nova Dramaturgia Maria Matos, foi director adjunto do TAGV  de 2011 a 2015, é co-fundador do Colectivo 84, sediado em Lisboa, e director artístico do programa Encontros de Novas Dramaturgias Contemporâneas.

A peça, com bilhetes entre os 5€ e os 7€, estará em Coimbra dia 12 e 13 de Janeiro de 2017, não existindo, para já, informações sobre datas de espectáculos em outros locais.

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.

Artigos Relacionados