Quarentena. Once Upon A Time In… Home

por Rui Cruz,    21 Março, 2020
Quarentena. Once Upon A Time In… Home
PUB

Rui Cruz é humorista, stand up comedian e um génio (palavras dele). Escreve coisas que vê e sente e tenta com isso cultivar o pedantismo intelectual que é tão bem visto na comunidade artística.

Então parece que isto pode demorar mais do que estávamos à espera, não é? Pois é, ontem o Costa veio falar à malta e acabou a gaguejar quase tanto como a Joacine, o que deve querer dizer que a coisa não está famosa. Pelos vistos, podemos estar assim ate Junho. E esta é a altura em que é legítimo ficarem com medo, porque com tanto tempo livre e em isolamento, se tiverem alguma sex tape na net podem ter a certeza de que a vou encontrar. Mas nem tudo foi mau na declaração do Costa! Gostei de o ver a pressionar a banca e também de ver que, depois de incentivar as empresas a manter os postos de trabalho, o Costa deu o exemplo. Levou dois tradutores de língua gestual para a conferência que se revezavam, não só para mostrar que ninguém fica para trás com também para evitar encher as urgências com pessoal com cãibras ou tendinites.

Mas se as declarações do Costa até foram, dentro dos possíveis, positivas, outros políticos há que tudo fazem para nos assustar, como é o caso do líder do CDS. Então o Chicão foi inscrever-se como voluntário nas Forças Armadas para ajudar na luta contra o COVID-19?! Não se faz… é que a ter em conta os resultados que ele teve em todas as suas lutas, do casamento homossexual ao aborto, estamos bem lixados.

E se pensavam que ter o Chicão a tratar de alguma coisa era o pior que podia acontecer, estão muito enganados. Hoje tivemos a triste notícia de que já há um padre infectado com coronavírus em Portugal. Pois é, até Deus está a entrar em layoff. Não ouviste o Costa, ó Jeová? Não aos despedimentos! Mas também o que esperar de uma empresa capitalista como a Igreja? O pior é que este padre que agora está infectado é o mesmo que ia levando na tromba e teve de ser escoltado pela polícia há uns tempos, quando foi substituir o padre de Canelas. Eu não sou de picar, mas acho que este sacerdote devia repensar bem se vale a pena continuar a manter o celibato quando parece que Deus está a fazer de tudo para o sodomizar.

Quem parece que não apanha a doença são os vigaristas. Porque claro que já burlões a aproveitarem a pandemia para enganar velhotes. Isto é malta que tem mais sentido de oportunidade do que um vendedor de toalhetes numa orgia. Tenham alguma decência, seus gandins… Se querem enganar velhotes, façam como os outros e criem uma linha de valor acrescentado para ser impingida nos programas da manhã e da tarde. Eles agora até estão o dia todo em casa, veem mais TV e tudo! E assim, pelo menos, não correm o risco de passar o bicho a algum.

Eu sei que pareço demasiado amargo ou cínico quando digo estas coisas, mas a verdade é que isto são efeitos do isolamento. Já lá vão 8 dias sem sair de casa, isto começa a pesar. Aliás, hoje cheguei a ter inveja do senhor que morreu na rua em Santarém e esteve 8 horas sem que recolhessem o cadáver por falta de meios e de delegados de saúde. É que pelo menos ele ainda apanhou um bocadinho de sol.

Bom, no meio disto há pelo menos uma coisa que me mantém são: a esperança de que com esta pandemia e o consequente isolamento o pessoal perceba que estragar uma varanda com uma marquise, para além de foleiro, é uma péssima ideia.

E pronto, aqui ficam mais sugestões para passar o dia, porque até Junho vamos precisar de toda a ajuda possível.

Comédia:

Doug Stanhope – Deadbeat Hero

Música:

Happy Mondays – Pills ‘n’ Thrills and Bellyaches

Cinema:

Michael Winterbottom – 24 hour Party People

Literatura:

Luiz Pacheco – Diário Remendado 1971-1975

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.

Artigos Relacionados

por ,    2 Maio, 2020

Rui Cruz é humorista, stand up comedian e um génio (palavras dele). Escreve coisas que vê e sente e tenta […]

Ler Mais