Pedro Lopes Adão

Tem 20 anos, mas já exerce o ofício da escrita ativamente desde os 15. Principiou com poesia - a qual já lhe atribuiu prémios em concursos académicos. Dispersou-se, depois, para a Crítica Literária , como maneira de contrariar as neuroses poéticas. Neste campo revela-se possuidor de uma argumentação sagaz. Autointitula-se como o novo '' filho maldito'' das letras portuguesas. Encontra-se actualmente a colaborar com a revista Devaneio.