Ciclo dedicado ao poeta brasileiro Roberto Piva no Porto

por Comunidade Cultura e Arte,    22 Novembro, 2021
Ciclo dedicado ao poeta brasileiro Roberto Piva no Porto
DR
PUB

Amanhã (dia 22) no Porto, pelas 19h00, Roberto Piva Bootleg Tapes III, no Ferro.

Roberto Piva – Bootleg Editions é um ciclo dedicado a explorar a obra do poeta brasileiro Roberto Piva. Cada sessão terá dois momentos, um primeiro com leituras de um período específico da obra de Roberto Piva e acompanhamento de música eletrónica exploratória, a que se seguirá uma segundo momento onde o músico convidado irá tocar até o final do evento.

Para esta sessão, estará presente Jari Marjamäki (Zentex, Yari, Desterronics, 3130) e acontecerá ainda uma seleção de textos da terceira e quarta obras de Roberto Piva (“Piazzas” e “Os que viram a carcaça”). As leituras estarão a cargo de Vasco Macedo.

Depois das leituras terá então lugar o djset de Yari.

Roberto Piva (1937-2010) – poeta brasileiro. Pertenceu à geração do mimeógrafo que se notabilizou pela luta contra a ditadura. Usando o mimeógrafo (máquina fotocopiadora manual) conseguiram contornar a censura existente no Brasil vendendo ilegalmente as suas obras pelas ruas.
Foi marginalizado por ter ido contra as regras estéticas e morais estabelecidas e por abordar temas como o homoerotismo, as experiências alucinogénicas ou a justiça social. Possivelmente enquadrado dentro do movimento beatnick ou surrealista, os textos de Piva têm momentos carnais e viscerais que oscilam com um grande lirismo de pendor onírico. A sátira, contudo, não é esquecida.

Jari Marjamäki – Nasceu em Turku, Finlândia e vive e trabalha em Lisboa. Pertence desde a fundação a Desterronics. Tem desenvolvido a sua carreira enquanto músico e DJ desde meados dos anos noventa. O seu trabalho envolve actuações de música ao vivo, sonoplastia, DJ, composições e participações em instalações, teatro e dança contemporânea.

Igualmente à vontade no palco de teatro, galeria de arte e na pista de dança, desdobra-se entre vários pseudónimos e estilos musicais, a solo ou em grupos. Sob o alter-ego ZENTEX cria música techno com um estilo muito próprio, fruto da sua influência escandinava e latina. É com este projecto que tem actuado e editado regularmente em Portugal e no estrangeiro, destacando-se os seus discos ou participações em compilações em editoras como Traum (Colónia/Alemanha), Kickboxer (Colónia/Alemanha), Resopal (Berlim/Alemanha), Minisketch (Barcelona/Espanha), Pong Musiq (Nova Iorque/EUA), Archipel (Montereal/Canadá), Cocoon (Frankfurt/Alemanha), Bloop recordings (Lisboa/Portugal) ou Plot (Porto/Portugal), entre outras. As suas músicas têm sido remisturadas por nomes como Alex Under, Gui Boratto, Fluxion ou Cosmic Sandwich, e já remisturou nomes como Jussipekka, Popof, Pepe Arcade, Andres Fumero e Antalgic.

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.