Feira Gráfica Lisboa regressa em Julho. Edição terá mais de 100 participantes, entre editoras e artistas independentes

por Comunidade Cultura e Arte,    8 Junho, 2021
Feira Gráfica Lisboa regressa em Julho. Edição terá mais de 100 participantes, entre editoras e artistas independentes
Fotografia deFilipa Pinto Machado

A Feira Gráfica Lisboa está de volta e a sua 4.ª edição irá realizar-se nos dias 10 e 11 de Julho, no jardim do Museu de Lisboa – Palácio Pimenta, ao Campo Grande, entre as 11h00 e as 19h00. No contexto de re-abertura da cidade, e após a sua edição anterior em formato de exposição, a Feira Gráfica Lisboa retoma agora o seu formato original de mercado de edições.

Animado por um espírito de mudança, o mercado de edições realizar-se-á ao ar livre, com novos curadores e a presença de um maior número de artistas, editoras e colectivos, contando com cerca de 100 bancas de participantes, entre os quais Aicy Ray, Barricada de Livros, Bazofo, Contemporânea, Douda Correria, Edições Outro Modo, Editora Contracapa, El Lanham, Exclamação, Ghost, Giro – Art on Wheels, It’s a Book, Oficina Arara, Oficina Atalaia, Oficina do Cego, Pierre von Kleist, Plataforma Cafuka, Revista Prego, Sismógrafo, Triciclo e Yuna Turva.

Fotografia de Filipa Pinto Machado

Este ano, a selecção dos participantes na Feira contemplou também um Open Call, criando assim um evento mais diverso, inclusivo e agregador da diversidade de temáticas, de modos de produção/impressão e de géneros editoriais, mas também sensível à escuta, à diferença e à partilha de diferentes backgrounds e visões sobre o mundo.

Com organização da Câmara Municipal de Lisboa e apoio da EGEAC, os curadores Emanuel Cameira (Barco Bêbado), Gonçalo Duarte, Cecil Silveira (Gato da Bota e ex-Sapata Press) e Filipa Valladares (STET – livros & fotografias) procuram juntar neste evento várias iniciativas micro-editoriais, ligadas ao livro de literatura, ilustração, fotografia, mas também a outros universos criativos constituídos por revistas e jornais culturais ou publicações de autor como fanzines e cartazes.

Para além da venda de publicações, a Feira contará também com um programa de lançamentos online. Paralelamente realizar-se-ão também duas oficinas para o público infanto-juvenil (a partir dos 7 anos): “Oficina dos Disparates”, por Joana Estrela, e “Chapéls”, por Mariana Malhão. Os eventos são gratuitos mas requerem inscrição. Toda a informação sobre os lançamentos e inscrições nas oficinas estará disponível no site e redes sociais da Feira Gráfica de Lisboa.

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.