José Pacheco Pereira é o novo orador no debate ‘A atualidade de Karl Marx na era digital’

por Comunidade Cultura e Arte,    18 Setembro, 2018
José Pacheco Pereira é o novo orador no debate ‘A atualidade de Karl Marx na era digital’
José Pacheco Pereira
PUB

Debate com José Pacheco Pereira, Mathias Greffrath e Detlef Gürtler

José Pacheco Pereira é o novo orador convidado do ciclo “Quo Vadis, Europa?” que, ao longo de quatro edições, tem vindo a debruçar-se sobre os desenvolvimentos sociais, políticos e económicos no espaço europeu, sobre diferentes pontos de vista.

No dia 26 de setembro, pelas 19h00, o historiador, cronista e comentador político português junta-se ao sociólogo e escritor alemão Mathias Greffrath, autor da recém-publicada antologia “RE: O Capital: Economia Política no Século XXI”, e ao autor e futurologista alemão Detlef Gürtler, num novo debate no Goethe-Institut, em Lisboa.

No ano em que se celebra o bicentenário do nascimento de Karl Marx, e 150 anos após a publicação de “O Capital”, é importante perceber as transformações que as tecnologias digitais operam em sociedades e economias tão distintas como são os casos de Portugal e Alemanha, e pensar em conjunto as eventuais consequências para o futuro da Europa daquela que é considerada a quarta revolução industrial.

De acordo com Mathias Greffrath, a concentração do poder económico e financeiro, o gradual desaparecimento das profissões tradicionais e a ameaça do desemprego crónico são apenas algumas das tendências desta revolução sobre as quais os vários escritos de Karl Marx poderão fornecer ideias e ferramentas teóricas sobre como enfrentar as mudanças sem abandonar as conquistas sociais da modernidade europeia.

Mas conseguirão as obras da época explicar o capitalismo digital atual? Um capitalismo em que as tecnologias digitais transformam profundamente o trabalho e a produção, e em que as “cinco grandes” empresas de Silicon Valley dominam cada vez mais o mercado global?

Estas serão algumas das questões abordadas neste debate cuja moderação estará a cargo de Sandra Monteiro, editora-chefe da edição portuguesa do jornal “Le Monde Diplomatique”, e que terá, como é habitual, entrada livre e tradução simultânea alemão-português.

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.

Artigos Relacionados