São Luiz apresenta “Estar Em Casa”, no dia mundial do teatro

por Comunidade Cultura e Arte,    18 Março, 2021
São Luiz apresenta “Estar Em Casa”, no dia mundial do teatro

O Teatro São Luiz celebra o Dia Mundial do Teatro com uma nova edição de Estar em Casa, desta vez, em formato online. Com programação de Anabela Mota Ribeiro e André e. Teodósio, nos dias 27 e 28 de março, das 10:00 às 23:00, e com acesso gratuito através do site www.estaremcasa2021.pt ou www.teatrosaoluiz.pt, há propostas para todas as idades e variados gostos.

A partir das palavras “invadir”, “sarar” e “unir”, Anabela Mota Ribeiro e André e. Teodósio apresentam um programa que conta com conversas, performances, visitas guiadas, aulas em casa, cinema, espetáculos, consultórios astrológicos e muito mais. 

Um programa que mantém a sua estrutura e muitos dos seus habitantes e acrescenta modalidades e novos cúmplices. Para além de ser um momento onde será possível ver pela primeira vez ou rever alguns espetáculos que estiveram no palco do Teatro São Luiz – Os Filhos do Mal, de Hotel Europa, Plano Comensal de Leitura, de Marta Bernardes, e Se Eu Fosse Nina, de Rita Calçada Bastos, – o programa Estar em Casa tem momentos inéditos, que contam com a participação de Moreno Veloso, Pedro Penim, Patrícia Portela e José Raposo que trazem a este teatro memórias e histórias de outros teatros, Adriana Calcanhotto, Pedro Reis e Manuel Aires Mateus, entre outros, que apresentam, nesta casa, outras casas; Joana Barrios, que dá dicas para garantir bons looks com o que está à mão; visitas guiadas a um teatro vazio, a uma casa como obra de arte, a um quarto ou a museu, com Anabela Mota Ribeiro, André e. Teodósio, Ana Pérez-Quiroga, Margarida Folque Guimarães, Rita Rato e Sara Antónia Matos. 

Ana Kiffer, Ana Gomes, Bárbara Reis, Cláudia Varejão, Rui Horta, Gabriela Moita, Teresa Coutinho, Djaimilia Pereira de Almeida, Fernanda Fragateiro, Clara Ferreira Alves e Paulo Pascoal, entre outros, participam em conversas sobre vários e relevantes temas relacionados com o corpo, a sensorialidade, a sexualidade, o fascismo, o medo, etc., enquanto André Godinho, Xinobi, Joana Frazão, Filipe Raposo, Jorge Jácome, Lula Pena, Catarina Mourão e Alex D’Alva Teixeira dão voz a filmes mudos e Sónia Baptista Joana Breda dão aulas de ginástica à distância. Há ainda outras aulas em casa sobre diversas matérias, dedicadas a adultos e a crianças.

Os momentos de culinária não estão esquecidos e, ao longo dos dois dias, Gisela João, Cláudia Jardim, Mário Rolando Baker, Vasco Araújo, João Pedro Vale & Nuno Alexandre Ferreira, Cátia Nunes e Íris Ribeiro vão ensinar a cozinhar com arte.

Para além de lançamentos de livros, viagens ao mundo da fauna e flora, oficinas e consultórios vários, há ainda uma performance duracional e efémera – #THISPERSONDOESNOTEXIST – realizada em conjunto por: Teatro Praga com Cão Solteiro, Plataforma285, João Estevens, Ana Rita Teodoro, João Fiadeiro, Daniel Pizamiglio, Sónia Baptista e Mónica Calle.

A acompanhar tudo isto, há desabafos na página de Facebook do Teatro São Luiz, um diário online onde ficamos a saber os pensamentos mais profundos deste teatro.

Se nas edições anteriores o São Luiz era transformado numa casa, agora, que estamos todos em casa, o teatro contra-ataca, e vai transformar e viver as casas de todos como um espaço de reinvenção, reflexão, prática artística e lugar de aprendizagem. Pretend it’s a life.

Todo o programa é de acesso gratuito através dos sites do São Luiz ou www.estaremcasa2021.pt. A maioria das atividades tem horário marcado, algumas ficam disponíveis durante todo o evento, nomeadamente Oh, as Casas, as CasasOh, os Teatros, os Teatros, as visitas guiadas, as Comidas de Artistas e os espetáculos do Teatro São Luiz. Todos são de acesso imediato, exceto Terapia com um CasalConsultório Poético-sentimental e Consultório de Astrologia do Ki, que necessitam de inscrição prévia no site do teatro.

Conhece aqui o programa completo, aqui.

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.

Artigos Relacionados