“Vitalina Varela”, de Pedro Costa, é eleito quarto melhor filme de língua estrangeira pelos críticos dos EUA

por Comunidade Cultura e Arte,    11 Janeiro, 2021
“Vitalina Varela”, de Pedro Costa, é eleito quarto melhor filme de língua estrangeira pelos críticos dos EUA
“Vitalina Varela, de Pedro Costa
PUB

A Sociedade Nacional de Críticos de Cinema dos Estados Unidos (NSFC) escolheu “Vitalina Varela” (ler crítica), filme de Pedro Costa, como quarto melhor de língua estrangeira do ano de 2020. A obra cinematográfica portuguesa recebeu ainda uma menção honrosa na categoria de melhor cinematografia, só superada por James Richards (de Nomadland) e Shabier Kirchner (de Lovers Rock).

Na categoria de Melhor Filme de Língua Estrangeira, e À frente de Vitalina Varela (com 32 pontos), ficou o filme romeno Collective (38 pontos), de Alexander Nanau, o filme brasileiro Bacurau (36 pontos), de Kléber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, e o filme russo Beanpole (36 pontos), de Kantemir Balagov.

Vitalina Varela é ainda o candidato português à categoria de Melhor Filme Internacional, nos Óscares, os Prémios da Academia Americana de Cinema. O filme de Pedro Costa estreou-se em 2019 no Festival de Locarno, na Suíça, onde recebeu o prémio máximo, o Leopardo de Ouro, assim como a protagonista, Vitalina Varela, duplamente premiada como melhor atriz. O filme, com produção da OPTEC, conta a história de uma mulher que viveu grande parte da vida à espera de ir ter com o marido, emigrado em Portugal. Sabendo que ele morreu, Vitalina Varela chegou ao país três dias depois do funeral.

Desde então o filme já foi exibido em mais de 50 festivais de cinema, cinematecas e ciclos dedicados a Pedro Costa, tendo sido premiado na maioria dos certames, como o Festival de Cinema de São Francisco, nos Estados Unidos, em Abril, que deu ao realizador o prémio Persistence of Vision.

A 93.ª edição dos Óscares acontece no dia 25 de abril de 2021, no Teatro Dolby em Los Angeles, durante a qual a Academia Americana de Cinema irá distribuir prémios em 23 categorias. 

Melhor Filme
Nomadland
Menções Honrosas
First Cow
Never Rarely Sometimes Always

Melhor Ator
Delroy Lindo, em Da 5 Bloods
Menções Honrosas
Chadwick Boseman, em Ma Rainey’s Black Bottom
Riz Ahmed, em Sound of Metal

Melhor Atriz
Frances McDormand, em Nomadland
Menções Honrosas
Viola Davis, em Ma Rainey’s Black Bottom
Sidney Flanigan, em Never Rarely Sometimes Always

Melhor Atriz Secundária
Maria Bakalova, em Borat Subsequent Moviefilm
Menções Honrosas
Amanda Seyfried, em Mank
Youn Yuh-jung, em Minari

Melhor Ator Secundário
Paul Raci, em Sound of Metal
Menções Honrosas
Glynn Turman, em Ma Rainey’s Black Bottom
Chadwick Boseman, em Da 5 Bloods

Melhor Realização
Chloe Zhao, por Nomadland
Menções Honrosas
Steve McQueen, por Small Axe
Kelly Reichardt, por First Cow

Melhor Argumento
Eliza Hittman, por Never Rarely Sometimes Always
Menções Honrosas
Jon Raymond e Kelly Reichardt, por First Cow
Charlie Kaufman, por I’m Thinking of Ending Things 

Melhor Cinematografia
Joshua James Richards, por Nomadland
Menções Honrosas
Shabier Kirchner, por Lovers Rock
Leonardo Simoes, por Vitalina Varela

Melhor Filme de Língua Estrangeira
Collective
Menções Honrosas
Bacurau
Beanpole
Vitalina Varela

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.

Artigos Relacionados