Hoje à noite n’O Sótão. Sem filtros com os ‘Olhos de Vidro’ de Tekilla

por Francisco Espregueira,    7 Julho, 2021
Hoje à noite n’O Sótão. Sem filtros com os ‘Olhos de Vidro’ de Tekilla
Capa do disco

Aí está um dos melhores álbuns de hip hop português dos últimos anos. Olhos de Vidro, na verdade, vai para além daquilo a que devíamos chamar de ‘grande álbum de música portuguesa’. É um grande álbum, ponto final. Nações à parte. Mas recuemos no tempo para nos lembrarmos de quem é Telmo Galeano, também conhecido por Tekilla. Nascido em Peniche, filho de pais angolanos e italianos, Tekilla é um MC pioneiro no país, instrumental na construção de uma cena musical que reflectia as suas inspirações durante a década de ‘90, e que viria a ser muito importante no desenvolvimento do hip hop nacional. Em 2005, formou o supergrupo MadVision, em conjunto com Sam The Kid, KacETO e DJ Link, criando um álbum homónimo, que se tornou num daqueles clássicos que pouca gente conhece…

Olhos de Vidro, quarto projecto de originais de Tekilla, é o seu primeiro trabalho desde 2014, tendo levado o seu tempo a ser concluído. As expectativas criadas não podiam ser correspondidas de melhor forma. Com altos níveis de mestria, Tekilla faz a retrospectiva de uma longa carreira na música. Dos tempos das mixtapes, por volta de 1995, até os dias atuais. Mas Tekilla não cai na armadilha da nostalgia e rebenta a escala com um disco de futuro que não se cinge ao hip hop. Bebe influências lusófonas, raízes angolanas, explora a afro-pop, a soul e o R&B, cruzando gerações diferentes, pondo lado a lado a nova e a velha escolas. E isso está presente também nas colaborações escolhidas, que combinam velhos amigos e novas caras: Dino D’Santiago, Papillon e Amaura Margarinhos, entre outros. A produção, absolutamente excepcional, está a cargo de Fred Ferreira (Orelha Negra, Buraka Som Sistema, Banda do Mar).

Olhos de Vidro é um álbum sem filtros que transmite muita da sabedoria de Tekilla, adquirida ao longo da sua longa jornada musical. É um ponto alto do seu talento, apurado ao longo de vários anos de trabalho árduo, amadurecido como um bom vinho. Lançado pela inglesa BBE (o que não é muito comum no hip hop nacional), este álbum está disponível via Bandcamp e outras plataformas. Olhos de Vidro é para todos. Para os coleccionadores que ‘sabem o que fazem’, para os amantes do género, para os ouvintes ocasionais, para os portugueses, para os ingleses…

Tekilla preparou este disco juntamente com o videógrafo Francisco Gomes. Há visuais para cada uma das 15 faixas que compõem este trabalho. Todos os vídeos estão disponíveis no canal de YouTube do artista.

E ainda…

Baseado nas texturas vintage de bossa nova e música soul, os instrumentais de Ol’ Burger Beats misturam-se com a voz e doces melodias da sua irmã Née Pauline. Cantado em inglês e espanhol, I Am Leaving contém sete canções que falam sobre transições, tanto a nível físico como a nível psicológico. Um álbum feito em família, disponível em vinil via HHV.

O Sotão é uma webmagazine focada no mais alto quilate da música lançada por artistas e editoras independentes. Junto com a Comunidade Cultura e Arte contribui semanalmente com a rubrica Hoje à noite n’O Sótão, onde apresenta um novo projecto de música independente; e mensalmente com Álbuns com Pó.

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.

Artigos Relacionados