Antígona e Orfeu Negro juntam-se novamente para apoiar 20 livrarias independentes

por Comunidade Cultura e Arte,    2 Fevereiro, 2021
Antígona e Orfeu Negro juntam-se novamente para apoiar 20 livrarias independentes
Fotografia de Syd Wachs / Unsplash
PUB

O encerramento obrigatório das livrarias veio agravar a já difícil situação do sector do livro, com particular impacto nas livrarias e editoras independentes. No sentido de alertar os leitores para esta realidade, a Orfeu Negro e a Antígona — duas editoras independentes — unem-se, mais uma vez, para lançar a campanha de vendas online Adopta Uma Livraria. Este ano, a iniciativa abrange ainda mais livrarias — 10 dias, 20 livrarias.

De 5 a 14 de Fevereiro, quem encomendar livros nos sites da Orfeu Negro ou da Antígona estará a apoiar directamente uma livraria: 30% do valor líquido das suas compras reverte para a livraria designada para esse dia. Além disso, terá 10% de desconto sobre o PVP de cada livro e portes gratuitos.

Cada editora seleccionou as suas 10 livrarias independentes, de norte a sul do país. Entre as livrarias escolhidas pela Antígona contam-se a Fonte de Letras (Évora), a Palavra de Viajante (Lisboa), a Culsete (Setúbal) e a Flâneur (Porto). Já a Orfeu Negro dá parte do destaque a livrarias dedicadas ao livro ilustrado, como a Tinta nos Nervos (Lisboa), a Gigões e Anantes (Aveiro), a Aqui há Gato (Santarém) ou a Salta Folhinhas (Porto).

A lista completa das livrarias e dos dias da campanha pode ser consultada nas imagens abaixo ou nos sites das editoras: www.orfeunegro.org e www.antigona.pt.

Esta é a segunda edição da iniciativa Adopta Uma Livraria. Em Abril do ano passado, durante o primeiro confinamento, já as duas editoras se tinham juntado para apoiar livrarias independentes. «O sucesso da iniciativa provou duas coisas. A primeira é que os leitores reconhecem a importância das livrariasde bairro, com atendimento personalizado e livros escolhidos a dedo. A segunda é que o ecossistema do livro (das livrarias às editoras, passando por distribuidoras, gráficas, autores, tradutores, designers, e terminando nos leitores) sai fortalecido quando ninguém fica para trás», garantem as editoras.

Tanto a equipa da Orfeu Negro como a da Antígona consideram que «é muito importante que as editoras e as livrarias independentes estejam unidas nesta altura particularmente difícil. A iniciativa Adopta Uma Livraria é um pequeno gesto de resistência, que sabemos à partida insuficiente. Mas, perante as parcas medidas dos responsáveis políticos, cabe-nos a todos garantir que, ultrapassado este período, regressamos de boa saúde e mais activas do que nunca».

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.

Artigos Relacionados