Homens do lixo da capital turca criam biblioteca pública com livros que foram deitados fora

por Comunidade Cultura e Arte,    19 Janeiro, 2018
Homens do lixo da capital turca criam biblioteca pública com livros que foram deitados fora
PUB

A Câmara até já contratou um funcionário a tempo inteiro para gerir a biblioteca, revelou o Presidente da Câmara de Çankaya, Alper Tasdelen

Os homens do lixo da capital turca Ancara criaram uma biblioteca pública composta por livros que tinham como destino o lixo, isto segundo uma notícia avançada pela CNN. A biblioteca está situada num edifício que anteriormente era uma fábrica de tijolos no distrito de Çankaya e onde vivem cerca de 700 mil pessoas

Durante vários meses, os homens do lixo guardaram livros que iam para o lixo e à medida que se foi sabendo desta iniciativa os habitantes que moravam ali perto também começaram a doar directamente livros.
Actualmente a biblioteca tem mais de 6000 livros de literatura, não-ficção, banda desenhada e até tem uma secção inteira de pesquisas científicas. A colecção cresceu tão depressa que a biblioteca empresta agora obras para escolas, programas educacionais e até prisões.

Segundo a CNN, inicialmente, os livros eram apenas para os funcionários e para as suas famílias, com uma lógíca de empréstimo. Mas à medida que a colecção aumentou e o interesse começou a espalhar-se pela comunidade, a biblioteca foi aberta ao público em geral (em Setembro de 2017).

Começámos a discutir a ideia de criar uma biblioteca com esses livros. E quando todos concordaram com isso, o projecto aconteceu“, disse o Presidente da Câmara de Çankaya, Alper Tasdelen, que apoiou a abertura da biblioteca.

Por fim, a biblioteca é frequentemente visitada por filhos de funcionários municipais e estudantes de escolas vizinhas. Há também uma área de lounge para leitores e tabuleiros de xadrez. A biblioteca é também especialmente popular entre os ciclistas que passam por aquela zona e onde fazem uma pausa rápida para uma leitura e uma uma xícara de chá.

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.

Artigos Relacionados