Mostra de cinema de igualdade de género continua a percorrer os Açores, desta vez vai à ilha de Santa Maria

por Comunidade Cultura e Arte,    25 Maio, 2021
Mostra de cinema de igualdade de género continua a percorrer os Açores, desta vez vai à ilha de Santa Maria
“Not for money, not for love, not for nothing”, realizado por John Robert Lee
PUB

Pela primeira vez, a Imprópria – Mostra de Cinema de Igualdade de Género sairá de Sáo Miguel e chegará à ilha de Santa Maria nos dias 11 e 12 de junho, com o apoio do Município de Vila do Porto.  

A Biblioteca Municipal de Vila do Porto acolherá assim a primeira Mostra de Cinema de Igualdade de Género, levada a cabo pela equipa “Imprópria”, algo que só é possível pelo facto deste Município, desde logo, ter demonstrado interesse em receber um projeto que apresenta e debate curtas-metragens relacionadas com a igualdade de género. 

Na ilha de Santa Maria, a Imprópria apresenta 10 curtas-metragens que se debruçam sobre temas como direitos humanos, orientação de desejo, queer, violência de género, identidade sexual, etc., havendo, ainda, espaço para um workshop de pornografia feminista e momentos de debate e reflexão após a exibição dos filmes. 

Esta mostra pretende evidenciar que igualdade de género não significa que mulheres e homens tenham de ser idênticos, mas que os seus direitos, responsabilidades e oportunidades não dependam do facto de terem nascido do género feminino ou masculino.“, afirmam os responsáveis da Imprópria – Mostra de Cinema de Igualdade de Género.

Gratuita e para maiores de 16 anos, a mostra tem uma lotação limitada e os interessados devem inscrever-se enviando um email para mostra.impropria@gmail.com. 

A Imprópria – Mostra de Cinema de Igualdade de Género é um projeto da Associação Silêncio Sonoro que decorre desde 2019, em São Miguel, com uma programação para o público em geral, mas também com um cariz de intervenção social e comunitária, diretamente alinhado com a Estratégia Regional de Combate à Pobreza e Exclusão Social. 

Acreditamos que esta descentralização, numa outra ilha, fará com que outras entidades e outros Municípios se queiram associar a esta luta, criando-se novas sinergias. Para além de estarmos a preprarar já a programação para a 3ª edição, que decorrerá em outubro, no âmbito das comemorações do Dia Municipal para a Igualdade de Género, esperamos dar o salto também para a ilha Terceira.“, pode ler-se num comunicado enviado para a nossa redacção. Onde é dito ainda que “Queremos continuar a desafiar o conservadorismo e revelar os Açores contemporâneos através do  cinema e respetiva discussão do tema com o público.“, acrescentam os responsáveis.

Programação para o público em geral 

11 junho – Sessão 1 curtas-metragens 
21H00 // Biblioteca Municipal de Vila do Porto 
GRATUITO, M16 
Inscrições limitadas a 24 pessoas para mostra.impropria@gmail.com 
WOMAN, Raul de la Fuente Calle – Esp 20` 
MAR Y MARIA, Afiocco Gnneco – Esp 4` 
MODELO MORTO, MODELO VIVO, Iuri Bermudes Weinberger e Leona Jhovs – Br 25` THE WEDDING CAKE, Monica Mazzitelli – Swe 4` 
APNEIA, Carol Sakura e Walkir Fernandes – Br 15` 

12 junho – Workshop de Pornografia Feminista 
18H-19H30 // Biblioteca Municipal de Vila do Porto 
GRATUITO, M18 
Inscrições limitadas a 15 pessoas para mostra.impropria@gmail.com 

12 junho – Sessão 2 curtas-metragens 
21H00 // Biblioteca Municipal de Vila do Porto 
GRATUITO, M16 
Inscrições limitadas a 24 pessoas para mostra.impropria@gmail.com 
MEMORIAS DEL CUERPO, Camilo Iguaran – Col 10` 
NOT FOR MONEY, NOT FOR LOVE, NOT FOR NOTHING, John Robert Lee – Uk 15` RISCADOS PELA MEMÓRIA, Alex Vidigal `- Br 20` 
REENCUENTRO, Pablo Cortes – Esp 3` 

Gostas do trabalho da Comunidade Cultura e Arte?

Podes apoiar a partir de 1€ por mês.

Artigos Relacionados